ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Endoscopia virtual de ultra-som: detecção de pólipos e confiabilidade de medição em um estudo in vitro com amostras de intestino de porco

Endoscopia virtual de ultra-som: detecção de pólipos e confiabilidade de medição em um estudo in vitro com amostras de intestino de porco

OBJETIVO: Apresentar nossa experiência inicial sobre a viabilidade da ultrassonografia endoscópica virtual (USVE) e sua confiabilidade na mensuração da detecção de pólipos em um estudo in vitro utilizando amostras de intestino de porco.

MÉTODOS: Seis espécimes de intestino suíno contendo 30 pólipos sintéticos foram submetidos a USVE, colonografia por tomografia computadorizada (CTC) e colonoscopia óptica (OC) para detecção de pólipos. A medida do pólipo definida como o diâmetro máximo do pólipo em planos reformatados multiplanares (MPR) bidimensionais (2D) foi obtida pela USVE, e o erro absoluto de medição foi analisado usando a medição direta como padrão de referência.

RESULTADOS: O USVE detectou 29 (96,7%) dos 30 pólipos, permanecendo um de 7 mm não atingido. Houve um achado falso-positivo. Vinte e seis (89,7%) de 29 imagens reconstruídas foram claramente descritas, enquanto 29 (96,7%) de 30 pólipos foram exibidos na CTC com um resultado falso-negativo. Em OC, todos os pólipos foram detectados. O coeficiente de correlação intraclasse foi de 0,876 (95% CI: 0,745-0,940) para as medidas obtidas com o USVE. Os erros de medição absoluta combinados ± os desvios padrão dos pólipos representados com tamanhos reais ? 5 mm, 6-9 mm e ? 10 mm foram de 1,9 ± 0,8 mm, 0,9 ± 1,2 mm e 1,0 ± 1,4 mm, respectivamente.

CONCLUSÃO: O USVE é confiável para a detecção e mensuração de pólipos em estudos in vitro .

Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4806193/

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

AIM: To present our initial experience regarding the feasibility of ultrasound virtual endoscopy (USVE) and its measurement reliability for polyp detection in an in vitro study using pig intestine specimens.

METHODS: Six porcine intestine specimens containing 30 synthetic polyps underwent USVE, computed tomography colonography (CTC) and optical colonoscopy (OC) for polyp detection. The polyp measurement defined as the maximum polyp diameter on two-dimensional (2D) multiplanar reformatted (MPR) planes was obtained by USVE, and the absolute measurement error was analyzed using the direct measurement as the reference standard.

RESULTS: USVE detected 29 (96.7%) of 30 polyps, remaining a 7-mm one missed. There was one false-positive finding. Twenty-six (89.7%) of 29 reconstructed images were clearly depicted, while 29 (96.7%) of 30 polyps were displayed on CTC with one false-negative finding. In OC, all the polyps were detected. The intraclass correlation coefficient was 0.876 (95%CI: 0.745-0.940) for measurements obtained with USVE. The pooled absolute measurement errors ± the standard deviations of the depicted polyps with actual sizes ? 5 mm, 6-9 mm, and ? 10 mm were 1.9 ± 0.8 mm, 0.9 ± 1.2 mm, and 1.0 ± 1.4 mm, respectively.

CONCLUSION: USVE is reliable for polyp detection and measurement in in vitro study.

VEJA TAMBÉM: