ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Diretrizes internacionais para ultrassonografia com contraste: ultrassonografia no novo milênio

Diretrizes internacionais para ultrassonografia com contraste: ultrassonografia no novo milênio

A intenção desta revisão é discutir e comentar sobre cenários clínicos comuns em que a ultra-sonografia contrastada (CEUS) pode desempenhar um papel decisivo e ilustrar pontos importantes com casos típicos. Com o advento do CEUS, o escopo das indicações para a ultrassonografia foi dramaticamente ampliado, e agora inclui imagens funcionais e caracterização tecidual, que em muitos casos permitem o diagnóstico de tumores sem biópsia. É virtualmente impossível imaginar a prática da medicina moderna como a conhecemos em países de alta renda sem o uso de imagens, e, no entanto, estima-se que dois terços da população mundial não recebam tal cuidado. A ultrassonografia com CEUS tem o potencial de corrigir essa iniqüidade.

Fonte: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4825210/

VEJA TAMBÉM:



Texto Original

The intent of this review is to discuss and comment on common clinical scenarios in which contrast-enhanced ultrasonography (CEUS) may play a decisive role and to illustrate important points with typical cases. With the advent of CEUS, the scope of indications for ultrasonography has been dramatically extended, and now includes functional imaging and tissue characterization, which in many cases enable tumor diagnosis without a biopsy. It is virtually impossible to imagine the practice of modern medicine as we know it in high-income countries without the use of imaging, and yet, an estimated two thirds of the global population may receive no such care. Ultrasound imaging with CEUS has the potential to correct this inequity.

VEJA TAMBÉM: